Institucional / Histórico


No ano de 1967, os professores Amaury Antônio Meller e Elza Korneiczuk Meller, fundaram o “Ginásio Paraná”, aprovado pelo Decreto Governamental de n° 7666/67, dando início à concretização de um sonho de, no futuro, criar um Centro de Ensino do 1° Grau ao Ensino Superior. Nessa época, os professores Amaury e Elza, já possuíam vasta experiência em educação. O primeiro ocupava cargo de Diretor da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciência e Letras de Maringá, da qual ambos foram fundadores. E mais tarde, foi membro da comissão de fundação e instalação da Universidade Estadual de Maringá – UEM. O sonho foi sendo acalentado, e assim foi se tornando uma realidade. E com trabalho e dedicação, a ideia original foi no decorrer dos anos, sendo desenvolvida. Em 1969, foi implantado o 1° Grau de Suplência. Já em 1974, criou-se o Curso Regular de 1° e 2° Graus e os cursos profissionalizantes de Técnico em Contabilidade, Desenhista de Arquitetura e Auxiliar de Escritório. Em 1977, nasce o Curso Alfa Vestibulares, preparando alunos para o concurso vestibular, somando-se com a experiência dos professores Antônio Boldori e Célio Ribeiro. Em 1996, o sonho do casal Amaury e Elza Meller concretizou-se com a criação do Curso Superior, através da fundação do Centro de Ensino Superior do Paraná – CESPAR, mantenedor da Faculdade Maringá. Os fundadores do Centro de Ensino Superior do Paraná – CESPAR, inspirados pela experiência adquirida ao longo de muitos anos no ensino superior, delinearam os princípios norteadores dos cursos a serem iniciados, formando o tripé da Faculdade Maringá: 1° - Humanismo: no sentido de constante valorização do ser humano na sua integralidade. 2° - Profissionalização: através da condução do processo ensino-aprendizagem como formação geral sólida, embasando a instrumentalização profissional. 3° - Qualidade: a busca da qualidade, envolvendo toda a comunidade acadêmica e que atuam na Faculdade como princípio e técnicas no caminho de aperfeiçoamento e da modernidade. A instituição atua no ramo de prestação de serviços educacionais, sendo uma associação de ensino de direito privado, sem fins lucrativos e possui objetivos educacionais e culturais. Em 1996, iniciaram-se os trabalhos para os projetos dos cursos de graduação com pedido de autorização dos cursos ao Ministério da Educação – MEC. Em 1998, houve o credenciamento da Faculdade Maringá e autorização dos cursos de Administração, habilitações (hoje linhas de formação específicas) Análise de Sistema e Comércio Exterior e o curso de Comunicação Social com as habilitações em Jornalismo e Radialismo (Rádio e TV). No ano de 1999 foi autorizado o curso de Direito e a habilitação em Administração Mercadológica do curso de Administração. Os dois primeiros anos de funcionamento dos cursos e da Instituição foram marcados pela consolidação da implantação dos cursos autorizados. A preocupação maior da Entidade Mantenedora foi com a infra-estruturar física, laboratórios, equipamentos e biblioteca para o desenvolvimento dos cursos implantados. Tendo por finalidade manutenção de cursos superiores de graduação e pós-graduação, promover e divulgar o ensino em todos os níveis, visando o progresso cultural e social, mantém, atualmente, os seguintes cursos de graduação: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Jornalismo Publicidade e Propaganda.